Evandro e Claudia

Nova Iorque

Estátua da Liberdade em NYNossa passagem pelos EUA durante a viagem volta ao mundo iniciou-se por Washington. Chegamos no final da tarde do dia 14 de outubro. Ficamos em um albergue e no dia 15 já partimos para NY.

Nossa experiência em NY começou com o encontro com o Paul, um novo amigo que conhecemos através do CouchSurfing. Para nós foi uma excelente experiência. Paul é realmente muito simpático. Ele é dono de uma loja de informática e mágico nas horas vagas. Nós o apelidamos de “Smile Maker” pois é impossível ficar muito tempo ser dar um sorriso para ele. É uma pessoa encantadora.
Com ele tivemos a oportunidade única de conhecer um município próximo a NY que se chama Poughkeepsie. Lá visitamos o parque “Walkway over the Hudson” onde pudemos presenciar uma bela paisagem das florestas bem coloridas em virtude do outono.
Após o almoço fomos visitar uma típica universidade americana chamada Vassar Colegue. É bem parecida com aqueles campi que estamos acostumados a ver em diversos filmes.


No campus da Vassar CollegeNo retorno a NY passamos também na biblioteca da universidade de Columbia. Aqui percebe-se o quanto é investido na educação nos EUA, assim como a grande maioria das universidades do país a Columbia também é uma instituição privada, mas conta com uma estrutura que realmente deixa as nossas "no chinelo". Não é de se espantar que a maioria esmagadora dos novos produtos e equipamentos saiam deste tipo de campus. Nestes locais a pesquisa e desenvolvimento são fortemente incentivados.

Já bem tarde da noite chegamos na famosa Times Square. Não há outro lugar que represente tanto Nova Iorque. As dezenas de prédios com gigantescos luminosos realmente impressionam. É impossível ficar indiferente perante tamanha agitação. São milhares de pessoas caminhando pelas ruas, lojas abertas até altas horas, mesas e cadeiras nas calçadas, tudo muito colorido.



Na Times Square entramos em uma loja de brinquedos, afinal, nunca é tempo de deixar de ser criança. A loja é imensa e daria para ficarmos horas e horas por lá.
Uma das coisas mais legais foi compartilhar alguns momentos de atuação do  Paul como mágico. Ele colocou um chapeu bem legal com várias cartas de baralho. Ele fazia um simples truque de mágica com o baralho e conseguia assim fazer, pessoas desconhecidas, mas que por algum motivo estavam chateadas por lá, darem um sorriso bem gostoso.

Com o nosso amigo George no Central ParkNo domingo pela manhã despedimos do nosso novo amigo e partimos para o Queens onde fomos recebidos pelo excepcional George. Ele nos esperava com um delicioso almoço feito em casa, uma moqueca de tubarão e um arroz branquinho feito na hora. Como foi bom conversar em português com nosso amigo brasileiro e também com o Vasco um rapaz português muito bacana que divide o apartamento com o George. Depois de nos deliciarmos com a comida, ele nos acompanhou até o Central Park onde passeamos até o final da tarde. Lá conhecemos o jardim patrocionado pela Ioko Yono em homenagem a John Lenon e também o prédio onde ele foi assassinado. A sensação em NY é de estar em um filme quase que o tempo todo, pois estamos sempre nos lembrando de uma cena ou outra em cada canto da cidade.

Na Segunda pela manhã passamos pela estação Central onde nos encantamos com o salão principal, imenso e apenas com as colunas laterais que sustentam um grande teto decorado com estrelas. De lá caminhamos até a Igreja de Sant Patrick que possui um belo altar a Nossa Senhora de Guadalupe. De lá passamos no Rockfeler Center e ficamos assistindo as pessoas brincar na pista de patinação. Depois pegamos o barco gratuito até um dos distritos de NY para ver e fotografar a Estátua da Liberdade, considerada também um ícone da cidade. Esta comemora o centenário da assinatura da Declaração da Independência dos Estados Unidos e é um gesto de amizade da França para com os Estados Unidos.

 


Voltamos e ainda passamos pela Wall Street e pelo local onde existira as Torres Gêmeas (WTC), derrubadas com o atentado de 11 de Setembro de 2001.

Na terça-feira fomos visitar o museu de História Natural e ficamos encantados com algumas galerias lá. Existen alguns paineis montados lá com um detalhe incrível. As esculturas e os animais empalhados são quase perfeitos.


Nos despedimos de NY na quarta-feira com a sensação de termos conhecemos muito pouco e que será necessário retornar a cidade. A vida nessa cidade é algo realmente fascinante e aproveitamos pouco do espírito que existe lá.
O carinho e cuidado com que fomos recebidos pelo George jamais teremos como retribuir, ele conquistou nossos corações e temos a certeza de que fizemos um grande amigo e que estaremos esperando por ele aqui no Brasil.

 

{sfx rss='http://picasaweb.google.com/data/feed/base/user/evandroeclaudia.com/albumid/5535776670088293873?alt=rss&kind=photo&hl=pt_BR'display='album'}

 

Link do Picassa: http://picasaweb.google.com/evandroeclaudia.com/NovaIorque#

Comemora o centenário da assinatura da Declaração da Independência dos Estados Unidos e é um gesto de amizade da França para com os Estados Unidos.