Evandro e Claudia

Orientação em Nimes, França

Percurso de Orientação em NimesEste artigo é direcionado aos amigos e amigas praticantes do esporte Orientação e foge um pouco dos demais artigos do nosso site.

Meu primeiro contato com a Orientação aqui na França foi através de uma pesquisa que fiz na internet em busca de clubes próximos da cidade de Nímes onde estaria no final de semana do dia 19 e 20 de junho. Logo descobri o site da Federação Francesa de Orientação [http://www.ffco.asso.fr/] e então encontrei o site do clube chamado Gard Orientation [http://gardorientation.com/index.php]

O site deles deixa a desejar com relação à divulgação das datas e maiores detalhes de como se chega ao local dos mesmos. Infelizmente no final de semana que estaria na cidade não havia nenhum evento programado., mas foi neste mesmo site que encontrei uma coisa que acredito ser de relevância para o desenvolvimento do esporte no Brasil.


No site eles informam que no Centro de Turismo de Nimes você pode adquirir mapas da região de locais em que existem pistas de orientação com prismas fixos.

Painel informativo sobre o esporte OrientaçãoQuando li isso fiquei muito empolgado em saber que poderia treinar em terreno francês. Logo que chegamos na cidade fomos procurar  o Centro do Turismo. No local os mapas de orientação  não estavam expostos e assim, mesmo sem falar Francês tive que “conversar” com a atendente que em algumas palavras em inglês e algumas mímicas entendeu que eu queria um mapa de orientação.

Saí de lá com dois mapas adquiridos por 0,50 euros cada. Também comprei um mapa da região para me dirigir ao local de um dos mapas. Ao final do dia, após termos pego o carro que havíamos alugado saímos em busca do parque chamado Blois de Les Espesses

O que me impressionou bastante foram as bases dos prismas fixos que estão distribuídos pelo parque. Existem também vários painéis informativos que divulgam o esporte. Acredito que é algo que podemos realizar no Parque do Sabiá em Uberlândia e também em outras tantas cidades brasileiras que desejam divulgar o esporte.
Base do PrismaForam feitas bases de madeira e também de um tipo de plástico injetado que contém o perfurador. Vejam pelas fotos o quanto ficou bom. Nos pontos que eram pequenos talvegues e valas os prismas eram colocados no chão geralmente afixados em alguma pedra.

Outra coisa muito interessante é que neste mesmo parque existia um percurso para os portadores de deficiência (cadeirantes). Nesta modalidade existem vários prismas para representar acidentes geográficos muito próximos. Cada um destes prismas são representados por letras (geralmente A,B,C e D) quando então o atleta deve marcar o prisma correto. Achei muito interessante isso!

Bom.. as fotos mostram um pouco desta experiência que tive em Nimes. São boas idéias que podemos aproveitar para desenvolver ainda mais a Orientação em nosso país.

 

 

{sfx rss='http://picasaweb.google.com.br/data/feed/base/user/fotosevandroeclaudia/albumid/5486820620226459489?alt=rss&kind=photo&hl=pt_BR'display='album'}

 

Vejam as fotos em melhor resolução através do Picasa:

http://picasaweb.google.com.br/fotosevandroeclaudia/PercursoDeOrientacaoEmNimesFranca#