Evandro e Claudia

Paris - A cidade Luz

Pulando na frente da Torre EifelNosso primeiro dia (14/07) em Paris foi perfeito. A noite começou com uma deliciosa surpresa. O ônibus que pegamos em Londres embarcou num Ferry (para quem nunca viajou de navio a surpresa foi muito boa!). Era um navio shopping. Tinha café, loja de perfumes etc.


Confesso que a loja exerceu uma grande atração em mim. Acabei comprando 2 perfumes que há tempos procurava.

A travessia durou cerca de 2 horas. Chegamos em Paris com uma hora de antecedência, as 06:00hs e as sete e pouco já estávamos em nosso hotel, mas pudemos apenas deixar as malas pois o check-in é efetuado somente após as 15:00hs.

 

E mesmo com o corpo cansado e com sono da viagem saímos para iniciar nossa visita. Decidimos ir direto para Torre Eifel e como chegamos cedo tinha poucos turistas.

Não precisamos nem dizer o quanto é bom estar lá. É com certeza um pedaço do sonho sendo realizado.

 

Ainda estávamos contemplando a Torre e tirando bastantes fotos quando o tempo começou a fechar. Imaginando que iria chover optamos por passar no museu do Louvre.

 

Para nossa surpresa, devido ao feriado de 14 de Julho Fête de La Fédération ou Dia da Bastilha, a entrada era gratuita.

 

A Tomada da Bastilha foi um evento central da Revolução Francesa, ocorrido em 14 de julho de 1789. Embora a Bastilha, fortaleza  medieval utilizada como prisão  contivesse, à época, apenas sete prisioneiros, sua queda é tida como um dos símbolos daquela revolução, e tornou-se um ícone da República Francesa.O evento provocou uma onda de reações em toda a França, assim como na Europa, que se estendeu até a distante Rússia Imperial.

 

Cláudia no Museu do LouvreFicamos mais de 3 horas andando pelo museu que é imenso. Foi uma visita muito legal, visitamos primeiro a obra mais clássica, La Gioconda (Mona Lisa) de Leonardo Da Vinci, entretanto foi impossível chegar próximo de tanto turista que tinha. Visitamos várias partes do museu e passamos por aquelas obras que nos interessava mais é claro! Cremos que é impossível visitar tudo em um dia. Além das pinturas, gostamos também de várias esculturas gregas e egípcias.

 

Voltamos ao hotel às 15h e fomos descansar. A noite saímos para visitar o Arco do Triunfo, passamos pela famosa avenida “Des Champs Élysées”, a mais chique de Paris, a avenida  tem restaurantes caros e lojas famosas, como a Luis Viton. Nos dirigimos novamente para a Torre Eifel para acompanhar a queima de fogos, evento especial ocorrido devido ao feriado. Foram 30 minutos de queima, um espetáculo maravilhoso e impossível de descrever com uma multidão de espectadores. Podemos dizer que em nossa visita, Paris realmente foi para nós a cidade das Luzes...Linda e maravilhosa.

 

Arco do TriunfoAcordamos e depois de tomarmos mais um dos nossos improvisados cafés da manhã no quarto do hotel, saímos para visitar um pouco mais desta encantadora e charmosa cidade. Descemos na estação de metro mais próxima à Catedral de Notre-Dame a célebre igreja  com suas torres famosas e lendárias. No interior da igreja, destaque seus vitrais que encantam a todos. Saímos de lá e caminhamos até o Panthéon que já foi uma igreja e atualmente estão depositados ali os restos mortais de personalidades célebres, como  Victor Hugo, Voltaire e Rousseau e depois até os Jardins do Palácio de Luxemburgo onde paramos para um pequeno descanso.

 

Pegamos novamente o metrô e fomos até a “Basilique Du Sacré-Coeur” (Basílica do Sagrado Coração) que está situada na parte mais alta de Paris – topo da montanha Montmart - e permite ao visitante uma das vistas mais bonitas da cidade. Essa igreja é belíssima com uma arquitetura diferente das tradicionais da cidade.

 

A basílica foi construída com mármore travertino (pedra calcária)  extraído da região de Seine-et-Marne, o que lhe proporciona a tonalidade branca e tem o formato de cruz grega adornada por quatro cúpulas, incluindo a cúpula central de 80 metros de altura. Um detalhe: Nós subimos até o topo da cúpula por mais de 300 degraus em uma escada em espiral bem apertada. E o pior.. coisa de turista mesmo.. ainda tivemos que pagar 5 euros cada para fazer isso... heheh

 

Logo após a visita na Basílica, fomos na Place du Tertre, ou praça do Monte. Lá encontra-se diversos artistas que passam o dia pintando e comercializando suas obras para os turistas. Essa praça já foi considerada uma das principais referências da arte moderna pois ali viveram Picasso e Utrillo.

 

Bom.. falaremos mais sobre Paris e também sobre o Palácio de Versailles no próximo Post. Nos aguardem!! Um abraço, Evandro e Cláudia

 

{sfx rss='http://picasaweb.google.com.br/data/feed/base/user/fotosevandroeclaudia/albumid/5496445134812141985?alt=rss&kind=photo&hl=pt_BR'display='album'}

 

Link do Picasa: http://picasaweb.google.com.br/fotosevandroeclaudia/ParisACidadeLuz#